Extremistas islâmicos divulgam áudio do líder Al Baghdadi, que diz estar bem

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Ir para: navegação, pesquisa

13 de novembro de 2014

Iraque

O grupo extremista Estado Islâmico (EI) divulgou hoje (13) um registo em áudio atribuído ao seu chefe Abu Bakr Al Baghdadi, dias depois de rumores de que teria sido ferido ou morto em um ataque da coligação internacional contra os jihadistas no Iraque. Na mensagem de 17 minutos, o homem que se apresenta como Abu Bakr Al Baghdadi não faz referência direta ao ataque, mas relata acontecimentos posteriores. “Tenham a certeza, muçulmanos, o vosso Estado está bem e em boas condições”, diz o líder do EI, de acordo com a transcrição, em inglês, da mensagem divulgada juntamente com a gravação.

A mensagem é a primeira de Al Baghdadi desde o vídeo divulgado em julho, logo após ter proclamado um califado no norte da Síria e do Iraque. A voz do áudio parece corresponder à do líder do EI, mas ainda não há confirmação de sua autenticidade por parte de outras fontes. Os Estados Unidos disseram que a coligação lançou uma série de ataques perto de Mossul (Iraque), na sexta-feira (7), tendo como alvo líderes do Estado Islâmico, o que provocou uma série de rumores sobre Al Baghdadi estar ferido, ou mesmo morto.

No áudio, Al Baghdadi ressalta que os esforços dos Estados Unidos e da coligação contra o EI estão falhando. “A marcha não vai parar, e continuará a se expandir, com a permissão de Alá”, diz ele, e acrescenta que “a marcha mujahedin continuará até chegar a Roma”. “Em breve, os judeus e os cruzados serão forçados a vir ao terreno e enviar as suas forças para a morte e a destruição”, disse, referindo-se ao envio de tropas da coligação para o combate em solo, não apenas por ataques aéreos.

Fontes[editar]

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati