Ex-Ministro do Governo Lula, Marcio Thomaz Bastos, vai defender a empreiteira Camago Corrêa

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

28 de março de 2009

Brasil

Ontem, em entrevista em diversos órgãos de imprensa, o ex-ministro da Justiça, Marcio Thomaz Bastos, anunciou que vai defender a empreteira Camago Corrêa, acusada de receber e doar ilegalmente dinheiro aos políticos e partidos políticos brasileiros, que foi deflagrada pela Polícia Federal no Brasil na última quarta-feira, na Operação Castelo de Areia.

Thomaz Bastos pediu pra sair do Ministério da Justiça no final de 2006, depois das duras críticas pela imprensa e da oposição na condução dos casos do Mensalão, Quebra do Sigilo do Caseiro Francenildo e Dossiê, entre 2005 a 2006, pois foi acusado de tentar proteger o presidente brasileiro Lula, pois usou cargo para ser “o advogado” dos políticos ou aliados ao Partido dos Trabalhadores e do próprio Lula, segundo a oposição.

Fonte

Reportagem original
Esta notícia contém reportagem original de um Wikicolaborador.