Exército da Nigéria liberta 338 reféns do grupo islâmico Boko Haram

Agência Brasil

28 de outubro de 2015

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

Tropas nigerianas resgataram 338 pessoas, sobretudo mulheres e crianças, detidas pelo grupo radical islâmico Boko Haram, em um esconderijo na região da floresta de Sambisa, no Nordeste da Nigéria, informou hoje o Exército em comunicado.

“A unidade resgatou 338 pessoas que eram reféns dos terroristas”, diz a nota adiantando que a operação militar ocorreu na terça-feira (27) e que 192 dos sobreviventes são crianças e 138 mulheres.

O ataque do Exército teve como alvo “supostos campos terroristas do Boko Haram nas localidades de Bulajilin e Manawashe” nos arredores da floresta de Sambisa.

As tropas mataram 30 jihadistas e apreenderam armas e munições que se encontravam num esconderijo, adianta o comunicado.

O Exército da Nigéria tem reivindicado nos últimos meses várias vitórias contra o Boko Haram, cuja revolta desde 2009 já causou a morte de pelo menos 17 mil pessoas e obrigou mais de 2,5 milhões a abandonar suas casas.

Os fundamentalistas pretendem criar um estado islâmico no norte da Nigéria, maioritariamente muçulmano, ao contrário do sul, de maioria cristã.

Fonte