Estudo afirma que felinos modernos vêm do sudeste asiático

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Um gato doméstico.

13 de janeiro de 2006

Segundo assinala um relatório de um grupo internacional de cientistas liderado por Warren Johnson, do Instituto Nacional do Câncer de Maryland, Estados Unidos, os felinos modernos, cujos ancestrais apareceram há 11 milhões de anos, ao que parece no sudeste asiático, chegaram à América do Norte depois de cruzar a Sibéria, 2 milhões de anos depois. Alguns regressaram à Ásia e daí se espalharam por todo mundo, exceto a Antártida.

O estudo, publicado na revista Science, baseou-se no DNA mitocondrial de 37 espécies diferentes, cada uma dos quais se encaixa numa das oito linhagens de felinos que existem atualmente. Também foram estudos os cromossomos X e Y, que são os que determinam o sexo.

Segundo Johnson, Stephen J. O´Brien e outros pesquisadores, houve pelo menos 10 migrações intercontinentais de gatos e seus parentes. A primeira subfamilia ou linhagem a desenvolver-se foi a Pantherinae, a qual pertencem os leões, os tigres, as onças e os leopardos.

"Agora temos uma melhor idéia do lugar do gato doméstico dentro das 37 espécies selvagens. A partir daí, eventos ecológicos e geográficos levaram ao desenvolvimento de cada uma destas espécies", afirmou Johnson.

Graças a esta investigação, os cientistas puderam construir uma árvore genealógica dos felinos.

Fontes