Estados terão até R$ 375 mil para ações de ressocialização em presídios

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

22 de outubro de 2014

Brasil

Os governos estaduais têm prazo até terça-feira (28) para encaminhar ao Ministério da Justiça propostas de ações educativas e oficinas permanentes a serem implementadas nos presídios. Os projetos aprovados receberão neste ano o valor de R$ 375 mil, sendo R$ 250 mil para despesas de investimento, como construção de estruturas, e R$ 125 mil para custeio.

Financiada com recursos do Fundo Penitenciário Nacional (Fupen), a medida visa à reestruturação e modernização dos sistemas prisionais estaduais. De acordo com portaria do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), publicada hoje (22) no Diário Oficial da União, os recursos visam ainda a assegurar o “cumprimento digno e seguro da pena, objetivando o retorno do cidadão à sociedade, a redução da reiteração criminada, a aplicação de medidas alternativas à prisão e o combate ao crime organizado”.

Pelas regras do programa, os recursos terão que ser usados exclusivamente para a implementação das ações educativas e de ressocialização, sendo proibida a aplicação do dinheiro em despesas como taxas de administração, pagamento extra a servidores, publicidade e gastos gerais de manutenção das instituições.

Os executivos estaduais devem encaminhar as propostas para o endereço www.convenios.gov.br.

Fontes[editar]

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati