Estados Unidos: Anthony Fauci alerta para novos vírus

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

25 de julho de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Agência VOA

O Dr. Anthony Fauci, o maior especialista em doenças infecciosas dos EUA, deu novos alarmes no domingo sobre o aumento de casos de coronavírus no país, especialmente em regiões onde as pessoas têm resistido à vacinação, mesmo com a variante delta se espalhando rapidamente.

“Estamos indo na direção errada”, disse Fauci no programa “State of the Union” da CNN. “Cinquenta por cento do país não está vacinado. Isso é um problema”.

“Estamos nos colocando em perigo”, disse Fauci, o principal conselheiro médico do presidente Joe Biden.

Nos Estados Unidos, as hospitalizações e mortes estão muito abaixo dos seus picos no inverno passado. Mas o número de novas infecções tem aumentado drasticamente em partes do país onde o ceticismo sobre a necessidade de se vacinar, a segurança das vacinas e a resistência às sugestões do governo para se vacinar continuam a ser uma força potente.

Mais de 51.000 novas infecções foram registradas nos EUA no sábado, um aumento de 172% nas últimas duas semanas e mais de 250 mortes ocorreram diariamente nas últimas semanas.

Da forma como está, o governo afirma que mais de 162 milhões de americanos foram totalmente vacinados, o que corresponde a 49% da população do país e quase 60% dos adultos.

Mas as pesquisas mostram que até 80% dos americanos não vacinados dizem que definitivamente não serão vacinados ou provavelmente não o farão, não importa quantos oficiais os exortem a tomar as vacinas.

Muitos políticos conservadores já haviam adotado uma abordagem mais cautelosa em relação à vacinação ou disseram se a vacinação era uma questão de escolha pessoal. Agora, alguns estão expressando sua exasperação com aqueles que se recusam a ser vacinados.

O governador republicano Kay Ivey, do Alabama, disse na semana passada sobre os não vacinados: “Essas pessoas estão escolhendo um estilo de vida horrível”.

Outro governador republicano, Asa Hutchinson, do Arkansas, há muito pede vacinações no seu estado do sul, mas ainda apresenta uma das taxas mais baixas de vacinação. Dois adolescentes morreram recentemente de COVID-19 no seu estado. COVID-19 é a doença causada pelo coronavírus.

“São sinais de alarme”, disse ele à CNN. No entanto, ele observou: "Certamente a resistência (às inoculações) endureceu."

Mas Hutchinson expressou otimismo de que os não vacinados mudarão de ideia.

“As pessoas podem mudar a sua resistência”, disse ele. “Esse deve ser o nosso foco.”

Fauci disse que os vacinados “estão altamente protegidos”, inclusive contra a variante delta. Mas o ritmo das vacinações caiu nos EUA em mais de 80% desde meados de abril.

Algumas cidades, incluindo Los Angeles no oeste e St. Louis no meio do país, impuseram novas ordens para as pessoas usarem máscaras em espaços públicos fechados, independentemente do estado de vacinação. Outras cidades estão considerando diretivas semelhantes.

Fonte

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit