Estado Islâmico considera heróis autores do ataque ao jornal Charlie Hebdo

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

8 de janeiro de 2015

França

A estação de rádio da organização extremista Estado Islâmico classificou de heróis os autores do ataque terrorista de ontem (7), em Paris, contra o jornal satírico Charlie Hebdo. No atentado, 12 pessoas, entre jornalistas, cartunistas e outros empregados da publicação, além de dois policiais, foram mortas a tiros. O ataque é apontado como um dos mais graves de toda a história francesa.

Na mensagem lida durante as transmissões da rádio Al Bayene, do grupo que mantém sob controle áreas territoriais da Síria e do Iraque, o locutor afirma que “os heróis jihadistas” mataram 12 pessoas e feriram várias outras “para vingar o profeta Maomé”. Os dois suspeitos do atentado contra o jornal foram vistos hoje (8) de manhã, nas proximidades da cidade de Villers-Cotterêts, no Norte da França.

Segundo o gerente de um posto de gasolina, eles estavam a bordo de um carro Clio cinza e fortemente armados com rifles Kalachnikov e lança-foguetes. As forças de segurança francesas lançaram intensa operação de busca para tentar encontrar os irmãos Chérif e Said Kouachi, de 32 e 34 anos, suspeitos da autoria do ataque de ontem em Paris.

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati