Estado Islâmico considera heróis autores do ataque ao jornal Charlie Hebdo

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

8 de janeiro de 2015

França

A estação de rádio da organização extremista Estado Islâmico classificou de heróis os autores do ataque terrorista de ontem (7), em Paris, contra o jornal satírico Charlie Hebdo. No atentado, 12 pessoas, entre jornalistas, cartunistas e outros empregados da publicação, além de dois policiais, foram mortas a tiros. O ataque é apontado como um dos mais graves de toda a história francesa.

Na mensagem lida durante as transmissões da rádio Al Bayene, do grupo que mantém sob controle áreas territoriais da Síria e do Iraque, o locutor afirma que “os heróis jihadistas” mataram 12 pessoas e feriram várias outras “para vingar o profeta Maomé”. Os dois suspeitos do atentado contra o jornal foram vistos hoje (8) de manhã, nas proximidades da cidade de Villers-Cotterêts, no Norte da França.

Segundo o gerente de um posto de gasolina, eles estavam a bordo de um carro Clio cinza e fortemente armados com rifles Kalachnikov e lança-foguetes. As forças de segurança francesas lançaram intensa operação de busca para tentar encontrar os irmãos Chérif e Said Kouachi, de 32 e 34 anos, suspeitos da autoria do ataque de ontem em Paris.

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati