Estações mudam nos hemisférios hoje: já é primavera e outono

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

1 de setembro de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Existem duas datas distintas que poderiam ser consideradas como marcando o início do outono [e da primavera] nos calendários: uma é definida pelo eixo da Terra e sua órbita ao redor do Sol e a segunda é uma data fixa que é usada por meteorologistas para o espaçamento e comprimento consistentes das estações.

O outono e a primavera meteorológicos

As estações meteorológicas são uma divisão das estações em quatro períodos de três meses cada. Essas estações são divididas para coincidir com o calendário gregoriano, tornando mais fácil a observação meteorológica e a comparação de estatísticas sazonais e mensais. Pelo calendário meteorológico, o primeiro dia do outono [e da primavera] é sempre 1º de setembro e o último, 30 de novembro.

O outono e primavera astronômicos

Normalmente, quando se fala sobre o primeiro dia de outono [e da primavera], a referência é feita à estação astronômica, que é definida pelo eixo da Terra e sua órbita ao redor do sol. O outono [no Hemisfério Norte] e a primavera [no Hemisfério Sul] deste ano começam em 22 de setembro e terminam em 21 de dezembro.

O calendário astronômico determina as estações com base nos 23,5 graus de inclinação do eixo de rotação da Terra em relação à sua órbita ao redor do sol. Ambos os equinócios e solstícios estão relacionados à órbita da Terra ao redor do sol.

Solstícios e equinócios

Solstícios e equinócios são considerados os pontos de transição astronômica entre as estações e marcam estágios-chave no ciclo astronômico da Terra. Em um ano, há dois equinócios (primavera e outono) e dois solstícios (verão e inverno). As datas do Equinócio e do Solstício não são fixas, devido a órbita elíptica da Terra ao redor do Sol. A órbita da Terra em torno do Sol significa que, no início de janeiro, o Sol está mais próximo (conhecido como periélio) e no início de julho está mais distante (afélio).

No equinócio de outono, o dia e a noite têm aproximadamente a mesma duração e as noites se tornarão cada vez mais longas que os dias, até o equinócio da primavera, quando o padrão se inverte. A estação também marca a época do ano em que o hemisfério onde ela está dominando começa a se inclinar para longe do Sol, resultando em menos luz solar direta e, conseqüentemente, no resfriamento das temperaturas.

Fonte

Nota: Com base na Crown Copyright, o Met Office concede uma licença livre (...) para copiar e adaptar o Conteúdo Licenciado sob os termos da UK Open Government Licence for Public Sector Information v1.0", que permite "explorar as informações [mesmo] comercialmente".


Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit