Escaladores brasileiros estão desaparecidos na Patagônia Argentina

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência Brasil

23 de janeiro de 2019

Dois brasileiros estão desaparecidos no Monte Fitz Roy, no Parque Nacional Los Glaciares, na Patagônia argentina. O capixaba Fabrício Amaral e o mineiro Leandro Ianotta fizeram contato pela última vez na sexta-feira (19). Em seu perfil na rede social Instagram, Ianotta chegou a relatar que a primeira investida no local foi “incrível”, mas que, em razão do vento forte, eles teriam optado por descer e esperar uma “janela” para continuar a caminhada.

À Agência Brasil, o vice-presidente da Confederação Brasileira de Montanhismo e Escalada, Natan Fabrício, informou que uma equipe de busca foi enviada ao local, mas um dos resgatistas se acidentou gravemente e o grupo precisou voltar. As buscas, neste momento, segundo ele, permanecem suspensas em razão do mau tempo.

Fabrício explicou que os dois brasileiros têm boa experiência em escalada e que o local onde eles desapareceram não é para iniciantes. “Difícil acesso, difícil escalada. Não é fácil chegar”, disse. A expectativa dos amigos e da família é que uma janela se abra – termo utilizado para definir o momento em que o tempo ruim cessa e surge um intervalo de três ou quatro dias de tempo bom.

Por meio de nota, o Ministério das Relações Exteriores informou que o Consulado do Brasil em Buenos Aires acompanha o caso dos brasileiros e está em contato com as famílias, prestando a assistência consular cabível.

Fonte

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati