Saltar para o conteúdo

Equador pede ao México acesso à sua embaixada para prender Jorge Glass

Fonte: Wikinotícias

1 de março de 2024

Email Facebook X WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

O governo do Equador solicitou permissão ao México para entrar em sua embaixada em Quito e prender o ex-vice-presidente equatoriano Jorge Glas, informou nesta sexta-feira o Ministério das Relações Exteriores do país sul-americano.

Em dezembro, Glas entrou na embaixada mexicana e depois pediu asilo para fugir a uma ação judicial que o acusa de desviar fundos destinados à reconstrução de duas províncias afetadas por um terremoto em 2016.

As autoridades equatorianas alertaram que se Glas receber asilo lhe negarão a passagem segura necessária para que ele saia da embaixada e viaje para o México, o que implica que poderá permanecer lá indefinidamente.

Glas, vice-presidente entre 2013 e 2017, ficou cinco anos preso até novembro de 2022. Posteriormente, um juiz restaurou os direitos políticos de Glas, que foi libertado da prisão com liberdade provisória no final de 2022. Por fim, em dezembro do ano passado, foi solicitado seu retorno à prisão.

Fontes[editar | editar código-fonte]