Embaixador egípcio é seqüestrado no Iraque

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
LocationIraq.png

4 de julho de 2005

O embaixador egípcio Ihab Al-Sherif foi seqüestrado sábado (2 de julho) no Iraque. O governo egípcio queria aumentar suas relações diplomáticas com o Iraque, mas até o momento do seqüestro não ficou claro se Al-Sherif tornara-se embaixador: ele foi enviado ao Iraque sob o título de "diplomata mais graduado".

A informação foi confirmada pelo Ministério de Relações Exteriores do Egito e várias agências de notícias pelo mundo. Entretanto, estas agências divergem sobre como teria acontecido o seqüestro de Al-Sherif.

Um diplomata disse à agência Reuters: "Ele estava comprando jornais no sábado quando dois BMWs cheio de homens armados bloquearam seu caminho e o levaram".

O Egito, assim como muitos países árabes, retirou seus embaixadores e diplomatas do país durante a ditadura de Saddam Hussein; um pouco antes deste invadir o Kuait. No ano passado, o grupo rebelde Leões dos Batalhões de Deus seqüestrou o embaixador do Egito Mohammed Mamdouh Helmi Qutb. O grupo dizia querer impedir que o Egito enviasse tropas para o Iraque.

Fontes