Em jogo "quente", Croácia e Japão terminam empatadas

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

17 de junho de 2006

Em jogo de vida ou morte, Japão e Croácia erraram muito e empataram no zero pela segunda rodada do Grupo F da Copa do Mundo de 2006. As duas equipes conseguiram seus primeiros pontos nesta Copa, mas ao mesmo momento dimuíram significativamente suas chances de classificação, porque o Brasil venceu a Austrália em 2 a 0. Na última rodada as duas equipes haviam perdido (Croácia para Brasil; 1 a 0 - Japão para Austrália; 3 a 1) e a que almejasse a segunda fase deveria vencer esta partida. Como terminaram empatadas, o Japão deve vencer o Brasil na próxima rodada se quiser se classificar e torcer por uma derrota da Austrália. A Croácia deve vencer a Austrália e torcer para que o Brasil ganhe, sendo o resultado mais provável. Portanto a segunda vaga deverá ser decidida entre os Socceroos e os crotas, sendo que se os australianos vencerem ou empatarem, se classificam na segunda posição. O Brasil já está classificado. O jogo aconteceu em Nuremberg às 18:00 locais (UTC-2).

O jogo

Sob forte calor no estádio as duas equipes começam o jogo já sentindo os efeitos da alta temperatura. A Croácia começa o jogo melhor e chega bastante com Prso, Klasnic e Nico Kranjcar (filho do treinador). Quando o Japão chegava, errava a finalização com frequência, para desespero do técnico Zico. A Croácia aproveitava e uma investida, Prso é derrubado na área por Miyamoto. Srna vai para a cobrança e desperdiça-a na ótima defesa do goleiro Kawaguchi. O Japão continua desperdiçando e Kranjcar ainda acerta uma bola na trave, melhor chance clara do primeiro tempo.

O segundo tempo começa com o calor continuando a castigar os jogadores. As duas seleções chegam raras vezes ao ataque, com um número alto de passes errados e de chutes de fora da área desperdiçados. A discutível habilidade de seus meias também colaborou com as estatísticas. Kranjcar ainda tem mais uma chance em uma bola esticada, mas ele pega de raspão. Quando Nakamura consegue chutar para fora com o goz vazio à frente, Zico percebe que o empate é o que resta. A partica acaba com as duas equipes (e torcidas) fisicamente esgotadas. Agora precisam recuperar as energias para tentar a classificação na última rodada, já que nestea, o calor não deu trégua.


Desporto
Este artigo descreve um evento desportivo acompanhado ao vivo pelo colaborador. Eventos desportivos acompanhados pelos colaboradores não precisam de fontes especificadas.