Em São Paulo bandidos atacam cruelmente uma família

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

12 de setembro de 2005

Brasil

Na manhã de domingo (11), o corpo de bombeiros encontrou na Vila Nova Curuçá, na zona leste de São Paulo uma família de descendentes de japoneses cruelmente vitimada por criminosos. Cinco pessoas da família morreram e somente um bebê de 11 meses e seu pai de 29 anos sobreviveram. Os bandidos também atearam fogo na residência.

Por volta das 10h de domingo, depois de perceberem sinais de fogo, os vizinhos acionaram o corpo de bombeiros. Assim que chegaram, os bombeiros entraram na casa e se depararam com o corpo de Érika Akemi Myamoto, 31 anos, com um tiro na cabeça, e segurando no colo o filho ensangüentado de 11 meses, que conseguiu sobreviver.

No jardim da casa, foi encontrado o marido de Érica e pai da criança, amarrado e vivo, com vários ferimentos na cabeça.

Os bombeiros encontraram ainda os corpos sem vida dos avós, de uma irmã deles, e do irmão do sobrevivente.

Segundo relato do sobrevivente, dois bandidos armados abordaram a família por volta das 20h de sábado, quando esta chegava em casa. Depois de renderem a família, os assaltantes pediram dinheiro. Mesmo após terem recebido 5 mil dólares, os criminosos permaneceram na casa até a manhã de domingo, torturando a família durante toda a madrugada.




Fontes