Eleitores de seis municípios escolheram novos prefeitos neste domingo

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência Brasil

19 de julho de 2010

Brasília


Seis cidades brasileiras deverão ter novos prefeitos a partir de ontem (18). Eleições suplementares levaram cerca de 130 mil eleitores às urnas neste domingo nos municípios de Apiacá, no Espírito Santo; Araras, em São Paulo; Riachão do Dantas, em Sergipe; São Francisco do Maranhão, no Maranhão; Isaías Coelho e Nossa Senhora dos Remédios, no Piauí. Essas cidades tiveram seus prefeitos cassados pela Justiça Eleitoral.

Em Araras, de acordo com o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de São Paulo, a nova eleição foi convocada depois da condenação do prefeito eleito em 2008, Pedro Eliseu Filho, e seu vice, Agnaldo Píspico, ambos do DEM, por abuso de poder econômico e uso indevido dos meios de comunicação.

Os dois municípios do Piauí com eleições suplementares também tiveram os prefeitos cassados. Em Nossa Senhora dos Remédios, o ex-prefeito Ronaldo Lages foi detido hoje, acusado de perturbar a eleição. Em Isaías Coelho, a votação foi acompanhada por tropas federais, autorizadas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para tentar conter a tensão entre as coligações que disputam a prefeitura.

Em São Francisco do Maranhão, os cerca de 8,5 mil eleitores tiveram que voltar às urnas pela segunda vez em uma eleição complementar. Em janeiro, o TRE do estado decidiu pela cassação do prefeito e vice-prefeito eleitos, Jônatas Alves de Almeida e Alberone dos Santos Silva. Houve nova eleição em fevereiro, mas o TSE anulou o pleito porque só participaram eleitores que haviam votado em 2008, contrariando a lei. Na eleição de hoje, todos os eleitores do município tiveram direito ao voto.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com