EUA encurta a quarentena de COVID-19 para 10 dias

Fonte: Wikinotícias

2 de dezembro de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

Os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos disseram na quarta-feira que os americanos potencialmente expostos ao COVID-19 poderiam ficar em quarentena por 10 dias, encurtando a recomendação anterior de 14 dias.

O CDC também disse que uma quarentena de sete dias era aceitável com um resultado de teste negativo, mas alertou que todos deveriam se monitorar para sintomas potenciais do coronavírus por 14 dias.

“Reduzir a duração da quarentena pode tornar mais fácil para as pessoas seguirem ações críticas de saúde pública, reduzindo as dificuldades econômicas associadas a um período mais longo, especialmente se não puderem trabalhar durante esse tempo”, disse Henry Walke, oficial do CDC, a repórteres em uma teleconferência.

Na semana passada, um importante oficial de saúde dos EUA disse que as pessoas podem estar mais propensas a cumprir um período de quarentena mais curto, mesmo que isso signifique que algumas infecções possam passar despercebidas.

Estudos mostram que a maioria das pessoas desenvolve sintomas cerca de cinco dias após a exposição ao vírus. O CDC disse que suas novas diretrizes são baseadas em novas análises de dados e pesquisas.

A Organização Mundial da Saúde ainda recomenda um período de quarentena de 14 dias após a potencial exposição ao COVID-19.


Fontes