Dunga anuncia os 23 convocados para a Copa América Centenário

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência Brasil

6 de maio de 2016

Ontem (quinta-feira, dia 5), o técnico da seleção brasileira Dunga anunciou a lista dos 23 convocados para a Copa América Centenário, que será realizada de 3 a 26 de junho, nos Estados Unidos. Sem Neymar, que vai disputar apenas a Olimpíada, o técnico optou por levar uma equipe com jogadores jovens. A lista tem sete jogadores que atuam no Brasil e dois atletas que atuam na China. O Santos é a equipe com maior número de convocados: três.

O coordenador de Seleções, Gilmar Rinaldi, anunciou Juninho Paulista como o auxiliar pontual no amistoso do dia 29 de maio, em Denver, contra o Panamá. Rogério Ceni será o auxiliar pontual na disputa da Copa América Centenário, em que o Brasil estreia contra o Equador no dia 4 de junho, em Pasadena, no Estádio Rose Bowl. O chefe da delegação da Seleção Brasileira será o presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello.

Dunga

O técnico Dunga disse ontem que o foco principal da preparação dos jogadores da Seleção Brasileira de futebol, convocada por ele na tarde desta quinta-feira, é a Copa do Mundo de 2018, na Rússia, mas lembrou que, antes, há dois compromissos importantes: a Copa América e os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, este ano, que também representam pressão por vitórias.

Segundo o técnico, que convocou 23 jogadores para a Copa América, a seleção brasileira tem que ser competitiva em qualquer torneio: “Vamos entrar em todas as competições e montar uma equipe competitiva com a ideia de buscar sempre aquilo que temos em mente. Então, não dá para medir uma competição ou outra. A primeira que a gente tem é a Copa América e vamos focar na Copa América para obter o resultado que buscamos”, afirmou após divulgar a lista de jogadores convocados para a Copa América Centenário, que será disputada nos Estados Unidos entre 3 e 26 de junho.

De acordo com Dunga, o jogador que integrar o grupo precisa ter a convicção de que representa o país, estar feliz por ter a oportunidade e enfrentar o desafio: “ Quando se veste esta camisa, não se pode pensar em outra coisa a não ser vencer. Respeitamos os adversários, temos consciência de que tem gente muito capacitada e cada vez as outras equipes estão melhorando, mas temos que ter um compromisso com a seleção brasileira, que é vencer”.

Dunga disse também que, embora a lista tenha jogadores com idade para integrar a seleção olímpica, com menos de 23 anos, isso não significa que o time está fechado. Para o treinador, é importante mesclar o grupo, com atletas de maior e menor experiência de seleção, e continuar observando o desempenho de quem não foi convocado.

Dunga negou que os novatos sejam meninos: “São profissionais, homens que jogam em seus clubes com grande destaque e com grande responsabilidade. É um trabalho longo. Lógico que estamos aproveitando para colocar mais experiência nesses jogadores, pensando no futuro”.

Quanto ao meia Ganso, do São Paulo, que estava na lista preliminar para a Copa América, com 40 nomes, mas não foi convocado, Dunga revelou que ele foi incluído por meritocracia e permanece em observação para possíveis oportunidades: “Ele mereceu, jogou. Os números e comentários referendam. O jogador tem que saber que estamos observando em todos os itens”.

O coordenador de seleções da CBF, Gilmar Rinaldi, lembrou que para a seleção olímpica poderá contar com três jogadores de idade superior a 23 anos, acrescentando que é preciso ter uma lista maior para poder negociar com os clubes, dentro do que Dunga espera ter no time.

Neymar não

O capitão da seleção brasileira, Neymar, não vai participar da Copa América, mas estará entre os convocados para os Jogos Olímpicos. A decisão resulta de uma negociação entre a CBF e o Barcelona, time em que atua o jogador. Para o Dunga, não é preciso destacar a importância do atacante para a seleção, mas assegurou que o grupo vai saber atuar sem ele.

“Ninguém precisa falar muito do jogador que ele é, mas temos outros jogadores que já mostraram sua competência. Já jogamos sem o Neymar e temos jogadores que podem dar resposta que queremos. A seleção tem que ser competitiva e usar o nosso talento. O jogador, quando vem para a seleção brasileira, tem que se divertir e ser feliz. É um momento único. E quando chegar em casa, contar as histórias que ele passou aqui na seleção”, concluiu Dunga.

Veja é alista dos 23 jogadores convocados por Dunga para a Copa América, que será disputada de 3 a 26 de junho nos Estados Unidos:

Goleiros

Alisson - Internacional

Diego Alves - Valência

Ederson - Benfica

Zagueiros

Miranda - Internazionale

Gil - Shandong Luneng Taishan FC

Marquinhos - PSG

Rodrigo Caio - São Paulo

Laterais

Dani Alves - Barcelona

Filipe Luís - Atlético de Madrid

Fabinho - Monaco

Douglas Santos - Atlético Mineiro

Meio campo

Luiz Gustavo - Wolfsburg

Elias - Corinthians

Renato Augusto - Beijing Guoan FC

Philippe Coutinho - Liverpool

Lucas Lima - Santos

Willian - Chelsea

Casemiro - Real Madrid

Rafael Alcântara - Barcelona

Douglas Costa - Bayern de Munique

Atacantes

Hulk - Zenit

Gabriel - Santos

Ricardo Oliveira - Santos

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati