Dois australianos ganham o Nobel de Medicina

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Ir para: navegação, pesquisa

3 de outubro de 2005

Os médicos australianos Barry Marshall e Robin Warren foram agraciados com o Prêmio Nobel de Medicina de 2005, pelo estudo da prova da bactéria Helicobacter pylori como causadora da úlcera péptica, em contraposição à doutrina tradicional segundo a causa da úlcera seria o stress, comida picante e ácida.

Ano passado o Prêmio Nobel de Medicina foi vencido por Richard Axel e Lindo B. Buck por seus trabalhos sobre a recepção dos cheiros.

Nos próximos dias serão anunciados os vencedores do Nobel nas outras categorias. A premiação se realizará em Estocolmo, dia 10 de dezembro, data do aniversário da morte de Alfred Nobel.

A Academia Real Sueca das Ciências, encarregada de escolher os premiados nas áreas de Física, Química e Economia tomou providências para manter os detalhes do processo de seleção no mais absoluto segredo, dado que qualquer filtragem pode produzir mal-entendidos ou aumentar as pressões para algum candidato.

O Prêmio Nobel da Paz é outorgado pelo Comitê Norueguês do Prêmio Nobel que é selecionado pelo Parlamento de Noruega. Segundo o próprio Nobel o prêmio deve ser dado à pessoa que mais tenha contribuído pela fraternidade entre as nações.


Fontes