Dinheiro irregular pagou a festa da posse de Lula

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Lula: festa paga com dinheiro irregular. Foto:Victor Soares.

30 de julho de 2005

Brasil

O ex-tesoureiro do Partido dos Trabalhadores (PT), Delúbio Soares, revelou para a Procuradoria-Geral da República que dois empréstimos feitos pelo PT no início de 2003, avalizados pelo empresário Marcos Valério, no total de R$ 5,4 milhões (cerca de 1,87 milhões de euros ou 2,27 milhões de dólares) foram usados para pagar os gastos com a festa da posse do Presidente Luiz Inácio Lula da Silva e transição do governo.

O empresário Marcos Valério é suspeito de ser o principal operador do suposto esquema de corrupção de compra de votos de deputados brasileiros, conhecido como mensalão. O ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares afirmou recentemente que emprestou dinheiro do empresário para ser usado pelo PT, sem declarar à Justiça Eleitoral, o que é irregular.

Depois de tomar conhecimento do fato, o senador do PT Eduardo Suplicy disse: "Estou conhecendo hoje a possibilidade de que isso tenha ocorrido, e esse é mais um fato que demanda rigor na apuração".

Fontes