Dilma nega ter encontrado secretária para por fim às investigações do filho de Sarney

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência Brasil

10 de agosto de 2009

A ministra Dilma Rousseff (Casa Civil) negou hoje em Natal, Rio Grande do Norte, enquanto anunciava obras do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento, que tenha se encontrado com a ex-secretária da Receita Federal, Lina Maria Vieira para pedir a aceleração das investigações contra as empresas da família do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP). Na prática, o recado para abafar o caso.

Dilma afirmou que nunca fez esse pedido para a ex-secretária: "Encontrei com a secretária da Receita várias vezes e com outras pessoas junto em grandes reuniões. Essa reunião privada a que ela se refere eu não tive", afirmou, segundo o "Jornal Nacional", da TV Globo.

Segundo reportagem da Folha de S. Paulo publicada ontem, a ex-secretaria da Receita Lina Maria Vieira disse ter sido chamada para um encontro a sós com Dilma em dezembro do ano passado. No encontro, a ministra teria pedido que a investigação fosse concluída rapidamente.

Em Quito, Equador, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva defendeu a ministra, onde duvida que ela tenha pedido à ex-secretária: “Quem construiu essa fantasia, essa história, em algum momento, vai ter que dizer que foi um ledo engano”, afirmou. “Sem ter conversado com a Dilma sobre o assunto de ontem para hoje, duvido que a Dilma tenha mandado recado ou conversado com qualquer pessoa a esse respeito, não faz parte da formação política da Dilma”, completou.

Fontes


Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati