Dezenove países boicotam entrega do Prêmio Nobel da Paz ao dissidente chinês Lin Xiaobo

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Agência Brasil

7 de dezembro de 2010

A China e outros 18 países cancelaram a participação de seus representantes na entrega do Prêmio Nobel da Paz marcada para a próxima sexta-feira (10) em Oslo, na Noruega. O prêmio deste ano foi destinado ao dissidente chinês Liu Xiaobo, que está preso em seu país.

De acordo com informações divulgadas pelo comitê norueguês do Prêmio Nobel da Paz, os países que deixarão de enviar representantes à entrega da medalha são, além da China, a Rússia, o Cazaquistão, a Colômbia, a Tunísia, a Arábia Saudita, o Paquistão, a Sérvia, o Iraque, o Irã, o Vietnã, o Afeganistão, a Venezuela, as Filipinas, o Egito, o Sudão, a Ucrânia, Cuba e o Marrocos.

O Nobel da Paz é o prêmio internacional mais importante entregue àqueles que se distinguem pelos seus esforços em prol da paz no mundo. O prêmio do ano passado foi entregue ao presidente dos Estados Unidos, Barack Obama. O boicote contra a entrega do prêmio de 2010 ao dissidente Liu Xiaobo foi organizado pela China.


Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati