Deslizamento de pedras na praia mata 5 e fere 37 pessoas em Portugal

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

25 de agosto de 2009

Albufeira, Algarve, Portugal


Segundo o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), cinco pessoas morreram e 37 ficaram feridas em consequência do desabamento de pedras ocorrida na sexta-feira (21) na Praia Maria Luísa, situada no Algarve, sul de Portugal. Entre os mortos, segundo o INEM, além de três mulheres mortas no soterramento, uma mulher de 37 anos na tarde (no Hospital de Faro) e um homem de 60 anos. O desamabmento ocorreu por volta das 11hs30min.

Várias testemunhas falaram à impensa portuguesa como "ensurdecedora" e acrescentaram que "uma nuvem de pó" subiu enquanto os frequentadores da praia gritavam. A imprensa e testemunhas disseram que a Praia Maria Luísa é muito frequentada por turistas e estava cheia no momento do acidente.

O presidente de Portugal, Aníbal Cavaco Silva (de férias no local) e o primeiro-ministro, José Sócrates, foram ao local do deslizamento. Sócrates demonstrou triste pelo acidente e deu pesar aos familiares das vítimas "em nome do país".


Este tipo de acidente é esperado em qualquer lugar menos em uma praia.
José Sócrates


Deslizamentos pedras dos penhascos sobre as praias de Portugal são comuns, e quase todos os verões há relatos de feridos, especialmente durante o mês de agosto, quando muitos portugueses em férias seguem para os balneários na costa do país.

No entanto, as mortes são raras nos deslizamentos, e o acidente desta sexta-feira provavelmente causou o maior número de mortes em vários anos nesse tipo de incidente.

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati