Deslizamento de pedras na praia mata 5 e fere 37 pessoas em Portugal

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

25 de agosto de 2009

Albufeira, Algarve, Portugal


Segundo o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), cinco pessoas morreram e 37 ficaram feridas em consequência do desabamento de pedras ocorrida na sexta-feira (21) na Praia Maria Luísa, situada no Algarve, sul de Portugal. Entre os mortos, segundo o INEM, além de três mulheres mortas no soterramento, uma mulher de 37 anos na tarde (no Hospital de Faro) e um homem de 60 anos. O desamabmento ocorreu por volta das 11hs30min.

Várias testemunhas falaram à impensa portuguesa como "ensurdecedora" e acrescentaram que "uma nuvem de pó" subiu enquanto os frequentadores da praia gritavam. A imprensa e testemunhas disseram que a Praia Maria Luísa é muito frequentada por turistas e estava cheia no momento do acidente.

O presidente de Portugal, Aníbal Cavaco Silva (de férias no local) e o primeiro-ministro, José Sócrates, foram ao local do deslizamento. Sócrates demonstrou triste pelo acidente e deu pesar aos familiares das vítimas "em nome do país".


Este tipo de acidente é esperado em qualquer lugar menos em uma praia.
José Sócrates


Deslizamentos pedras dos penhascos sobre as praias de Portugal são comuns, e quase todos os verões há relatos de feridos, especialmente durante o mês de agosto, quando muitos portugueses em férias seguem para os balneários na costa do país.

No entanto, as mortes são raras nos deslizamentos, e o acidente desta sexta-feira provavelmente causou o maior número de mortes em vários anos nesse tipo de incidente.

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati