Cristina Kirchner faz apelo a produtores rurais para que liberem estradas

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência Brasil

19 de junho de 2008

A presidente da Argentina, Cristina Fernández de Kirchner, pediu ontem (18) aos produtores rurais que liberem as rodovias e deixem os argentinos voltar a produzir e trabalhar, informa a agência Télam. Desde março, os ruralistas realizam protestos, bloqueando estradas, contra os impostos sobre as exportações de grãos.

Ao comandar um ato do Partido Justicialista, Kirchner convidou os produtores rurais a constituir um partido e se apresentarem nas próximas eleições. “Não tenham medo e nem dúvidas para exercer sua representação setorial, porque se são representativos certamente não será necessário bloquear estradas para que grãos e carne não sejam comercializados”, afirmou.

A presidente defendeu a aplicação de retenções ao setor agrícola e garantiu que “foi para que todos os argentinos possam viver muito melhor” que o governo aumentou os impostos para regular as exportações. “Quando tomei a decisão não fio para prejudicar ninguém”.

Comerciantes e donos de postos de combustível esperam que o fim das medidas de força, previsto para esta noite, permita o retorno gradual do abastecimento de alimentos e combustível no país.

Os empresários concordam que o bloqueio de estradas levados adiante por produtores e transportadores trazem obstáculos ao reabastecimento normal de produtos, causando problemas tanto no interior do país quanto na capital federal e na Grande Buenos Aires.


Fontes