Crânio de hominídeo joga luz sobre mudanças climáticas há 2 milhões de anos

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

15 de novembro de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Pesquisas anteriores já mostravam que a espécie de hominídeo Paranthropus robustus viveu em um período onde, precisamente, começava o desaparecimento dos Australopithecus e, gradualmente, apareciam os primeiros Homos primitivos.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit