Covid-19: países pequenos terminam ano com o pior desempenho em taxas relativas

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

21 de dezembro de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Diferentemente do que tem acontecido com os países que lideram o ranking de números absolutos de casos e mortes por Covid-19, são os países menores que apresentam a pior taxa relativa de casos e mortes por milhão de habitantes – o que, concretamente, chega a ser pior.

No caso dos óbitos, a pequena San Marino tem 1.619 mortes por milhão de habitantes, ficando em 1º lugar no ranking relativo. Já os Estados Unidos (EU), primeiro lugar no ranking em número absoluto, tem “apenas” 979 óbitos por milhão, uma taxa 40% inferior.

Já no ranking de casos relativos dentro por milhão de habitantes, a lista é liderada pela pequena Andorra, com 98.315 infecções/milhão. Já nos EU esta taxa é cerca de 45% menor: 55.122/milhão.

Em outras palavras: se os EU tivessem a mesma taxa de óbitos que San Marino, por exemplo, hoje o país teria mais de 535 mil mortes por Covid e não as 324.987 que tem.

Comparativo nº abs vs rel.jpg

Notícias Relacionadas

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit