Covid-19: franceses terão que adotar teletrabalho a partir de janeiro para conter nova onda

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.

27 de dezembro de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

A partir de 03 de janeiro próximo, o teletrabalho passa a ser obrigatório para todos os franceses no mínimo três dias por semana quando possível, anunciou hoje o primeiro-ministro da França, Jean Castex. Também há mudanças previstas para o funcionamento de bares e restaurantes, que não poderão mais atender o público presencialmente a partir desta data.

Além disto, a partir de amanhã o intervalo para tomar a dose de reforço de uma vacina contra a covid-19 passa a ser de três meses. O reforço da vacina está disponível para todos os adultos e a vacinação de crianças de 5 a 11 anos está autorizada desde 22 de dezembro passado.

A adaptação das medidas de saúde em vigor é "para fazer frente às duas ondas simultâneas das variantes Delta e Ômicron", diz o comunicado oficial.

Início da vacinação completa um ano

A primeira vacina na França foi aplicada em 27 de dezembro de 2020, no hospital René-Muret de Sevran, em Aulnay-sous-Bois. Um ano depois, quase 53 milhões de franceses já estão totalmente vacinados, o que corresponde a cerca de 90,5% da população do país.

Notícias Relacionadas

Fontes