Covid-19: em furo jornalístico, Reuters afirma que vacinas indianas serão enviadas ao Brasil amanhã; país vivia impasse com a Índia

21 de janeiro de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

Num furo jornalístico, a Reuters divulgou no início desta tarde que em contato com o secretário de Relações Exteriores da Índia, a autoridade havia garantido que as 2 milhões de doses da vacina covid-19 ChAdOx1, compradas pela Fiocruz do Serum Institute of India, seriam enviadas ao Brasil amanhã, 22 de janeiro.

O impasse para a importação das vacinas começou na quinta-feira passada, quando um avião já estava pronto para voar rumo ao país asiático. A viagem foi cancelada no mesmo dia, tendo a imprensa relatado que o governo indiano havia avisado o governo brasileiro que era cedo para começar as exportações.

No entanto, ainda ontem a Índia começou a enviar imunizantes para seus vizinhos Bangladesh e Nepal, "esquecendo" o Brasil.

A Fiocruz e o Serum têm um acordo para a aquisição destas 2 milhões de doses, através da parceria com a Universidade de Oxford e o laboratório AstraZeneca, que estão desenvolvendo a ChAdOx1.

O Ministério da Saúde só confirmou a informação no final da tarde de hoje.

Notícias Relacionadas

Fontes