Covid-19: Moscou aumenta restrições

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

6 de outubro de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

O prefeito de Moscou, Sergei Sobyanin, ordenou a suspensão dos cartões sociais dos aposentados e alunos da capital. "A situação devido o coronavírus está se tornando mais complicada e dramática a cada dia. Em termos de detecção, estamos nos aproximando dos valores máximos da primavera. O número de internados hoje já ultrapassou mil pessoas e o aumento continua", explicou o prefeito.

Crianças não poderão usar os cartões de 9 a 18 de outubro e aposentados e pessoas com doenças crônicas, de 9 a 28 de outubro.

Além disso, as bilheterias de instituições culturais serão fechadas, podendo as entradas apenas ser adquiridas online. O governo espera que isso ajude a controlar a lotação das salas e o cumprimento das regras de ocupação de assntos.

"Vamos ajudar a nós mesmos e a nossos entes queridos a manter a saúde e a vida", pediu Sobyanin.

Ontem (05/10), 11.615 novos casos de Covid-19 foram detectados na Rússia , dos quais 4.082 em Moscou. Anteriormente, as autoridades da cidade instaram a observar a medida para uso de máscaras e luvas, ordenaram que menos 30% dos trabalhadores fizesse trabalho remoto (o que pode levar a multas, em caso de descumprimento) e também prorrogaram as férias de outono.

Os dados mais recentes sobre a situação da Covid na Rússia e no mundo são apresentados no portal stopkoronavirus.ru.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com