Covid-19: Guadalupe tem protestos violentos; governo francês envia reforços para segurança

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

23 de novembro de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

O departamento ultramarino francês Guadalupe vive uma onda de protestos contra as regras e a vacinação para conter a pandemia de covid-19 que começaram há alguns dias, o que fez o primeiro-ministro francês, Jean Castex, expressar sua preocupação. A situação que Guadalupe vive há alguns dias é particularmente grave. É uma pequena minoria violenta que rouba lojas, bloqueia estradas, pede resgate aos motoristas, impede que os doentes tenham acesso a cuidados às vezes vitais e chega até a atirar na polícia", disse.

A Euronews reporta que a onda de violência levou ontem até ao fechamento das escolas, enquanto o governo local diz que profissionais da saúde e resgate foram ameaçados pelos manifestantes e até impedidos de chegar a seus locais de trabalho (veja aqui).

Segundo o comunicado do governo francês, já foram enviados reforços policiais - 50 membros das unidades do grupo de intervenção da Gendarmaria Nacional (GIGN) e do grupo de investigação, assistência, intervenção, dissuasão (Raid) - para manter a ordem pública.

Ontem, após uma reunião com um grupo de autoridades, Castex decidiu basear a restauração da calma e o fortalecimento do diálogo entre as partes interessadas sobre três alavancas:

  1. a criação de um fórum de diálogo para apoiar todos os profissionais de saúde e bombeiros;
  2. a criação de uma missão no local para discutir as condições de implementação da obrigação de vacinação e discutir o funcionamento do Serviço de Bombeiros e Resgate de Guadalupe;
  3. a continuidade do diálogo com os governantes do território para garantir o regresso à calma e assegurar a plena implementação de todos os mecanismos de apoio económico e social postos em prática para gerir as consequências da crise e promover o renascimento do emprego e atividades.

O governo de Guadalupe impôs um lockdown parcial em 08 de outubro passado, incluindo um toque de recolher válido das 22 às 5 horas todos os dias, e visitantes estrangeiros só são permitidos com Certificado de Vacinação ou teste PCR negativo para o Sars-Cov-2.

Fontes


Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit