Covid-19: França impõe quarentena obrigatória para viajantes do Brasil, Argentina, Chile e África do Sul

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

18 de abril de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

O governo francês anunciou ontem (17) que viajantes que chegarem do Brasil, Argentina, Chile e África do Sul terão que começar a cumprir uma quarentena obrigatória de 10 dias.

A medida começará a ser parcialmente implantada já esta semana e entrará completamente em vigor no dia 24 de abril. A restrição também será imposta a quem chegar ao país vindo da Guiana Francesa, que faz fronteira com o Brasil.

A França já havia anunciado a suspensão das conexões aéreas com o Brasil em medida que foi prorrogada até 23 de abril, enquanto os voos com a Argentina, Chile e África do Sul foram mantidos porque o perigo do surgimento de novas variantes do Sars-Cov-2 “não atinge os níveis observados no Brasil”.

França: epicentro da covid na Europa

A França não só é o país com o maior número total de infectados na Europa, com 5.260.182 casos, como é atualmente o epicentro da pandemia no continente. Segundo o Worldometers, o país registrou 236.397 na última semana, enquanto a Alemanha, em 2º lugar, registrou 145.104 casos.

Na semana anterior, a França também havia liderado, com 262.237 novas contaminações, deixando a Polônia em 2º lugar, com 137.333 novos casos de covid-19.

Em relação às mortes por covid-19 na semana passada, a França ficou em 5º lugar, com 2.019 fatalidades, imediatamente atrás da Rússia, com 2.544. Em primeiro lugar, neste ranking, ficou a Polônia, com 3.649 óbitos.

Mais de 100 mil mortes

A França alcançou - e ultrapassou - as 100 mil fatalidades por covid-19 no passado dia 15, quando este número chegou a 100.073.

No entanto, segundo o jornal francês Le Monde nesse dia, "a marca de 100.000 mortos na França já foi ultrapassada há semanas". A publicação ainda afirmou que os dados oficiais eram "amplamente subestimados".

Hoje, segundo o Worldometer, o país tem 100.593 fatalidades por covid-19.

Notícia Relacionada[editar]

Fontes[editar]

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit