Covid-19: China ultrapassa Estados Unidos em quantidade total de doses aplicadas

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

28 de abril de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram
Painel das vacinas

A China, que há vários dias já aplicava mais doses de vacinas contra covid-19 por dia que os Estados Unidos (EU), ultrapassou ontem o país norte-americano no ranking do total de doses de vacinas aplicadas.

Segundo dados do Our World in Data, no dia 26 os países tinham aplicado, respectivamente, 229,4 e 230,7 milhões de doses, com as posições se invertendo ontem, quando a China assumiu a 1ª posição, com 235,8 milhões de pessoas vacinados, enquanto os EU vacinaram 232,1 cidadãos, cerca de 28% deles totalmente, ou seja, com duas doses.

A Índia segue em 3º lugar, com 144,8 milhões de doses aplicadas.

A Wikinotícias já tinha previsto que a China iria ficar em 1º lugar no ranking em 23 de abril passado, já que entre os dias 20 e 22 de abril a China havia aplicado, na média, 6,15 milhões de doses diariamente, enquanto os Estados Unidos haviam aplicado menos da metade disto: 2,8 milhões.

Passaporte da vacina

A China está usando as vacinas da Sinovac (CoronaVac) e da Sinopharm.

No entanto, diversos países, como a Austrália e Estados Unidos, não aprovaram estas vacinas em seus territórios e não emitirão, por ora, o chamado "passaporte da vacina", que libera as pessoas imunizadas a entrarem em seus países sem cumprirem quarentena.

Ambas as vacinas chinesas têm pouca eficácia geral, se comparadas a da Pfizer, por exemplo, e que é usada nos Estados Unidos, na Austrália e alguns outros países: a CoronaVac tem pouco mais de 50% de eficácia, enquanto a da Pfizer chega a mais de 90%.

Notícias Relacionadas

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit