Covid-19: Brasil registra recorde de 4.195 óbitos em 24 horas, porém número traz acumulado do feriado de Páscoa

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

6 de abril de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Foram registrados em todo Brasil nas últimas 24 horas, pelas secretarias estaduais da Saúde, 4.195 novos óbitos por covid-19. O número, no entanto, traz mortes acumuladas durante o feriadão de Páscoa, que começou com a Sexta-Feira Santa (02/04), quando várias secretarias, tanto municipais quanto estaduais, não atualizaram as cifras, uma vez que estes serviços não funcionam nos feriados e finais de semana em vários locais do Brasil.

Com o número reportado hoje pelo Conass, Conselho Nacional de Secretários de Saúde, o total acumulado de mortes por covid já chega a 336.947.

O Brasil também registra 13.100.580 casos acumulados de infecções, dos quais 86.979 foram reportados entre ontem e hoje.

Estabilidade?

Apesar do número recorde de mortes de hoje, os novos casos nas últimas semanas mostram uma desaceleração: entre uma semana e outra, foram 43 mil novos casos a mais entre os dias 28/02 e 06/03; 79 mil entre 03/03 e 14/03; 11 mil entre 14/03 e 20/03; 28 mil entre 21/03 e 27/03; e menos 77 mil de 28/03 a 03/04 (foram 539 mil novos casos há duas semanas e 463 mil na semana passada, o que significa "menos 77 mil" entre uma semana e outra).

No entanto, com a Semana Santa, quando muitas pessoas foram às compras de Páscoa, viajaram a turismo e visitaram familiares, é possível que os casos voltem a subir ainda esta semana ou mais tardiamente na semana que vem.

A taxa de letalidade no Brasil é de cerca de 2,5%, o que significa dizer que de cada 200 pessoas contaminadas, 5 irão a óbito.

Notícia Relacionada

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit