Costa Rica vai propor governo de coalizão em Honduras

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência Brasil

17 de julho de 2009

O presidente da Costa Rica, Oscar Arias, vai propor um governo de coalizão em Honduras na tentativa de resolver a crise política no país. Segundo ele, a estratégia pode contar com a participação do presidente deposto, Manuel Zelaya. As informações são da BBC Brasil.

Arias, que foi aceito como mediador do conflito tanto por Zelaya como pelo governo interino de Roberto Micheletti, disse ainda que vai pedir anistia para os que cometeram delitos durante o período de crise política em Honduras. "Vou propor várias ideias. Vamos ver se é possível integrar um governo de reconciliação nacional, uma coalizão", afirmou.

De acordo com ele, ministérios considerados importantes como os da Economia, Segurança e Casa Civil podem estar na lista das negociações para o novo gabinete.

O presidente costa-riquenho destacou que, como condição, Zelaya deverá desistir da ideia de realizar consulta popular para a instalação de uma Assembleia Constituinte. A consulta foi considerada inconstitucional pelo Parlamento e pela Suprema Corte de Honduras, que determinaram a destituição do presidente.

As propostas de Arias serão feitas durante a próxima reunião com Zelaya e com uma comissão nomeada por Micheletti amanhã (18), na Costa Rica, na segunda rodada de negociações. No último sábado (11), a primeira tentativa de diálogo mediada pela Costa Rica fracassou.

Apoiado pelo bloco de países da Aliança Bolivariana para o Povo da Nossa América (Alba), liderado pelo presidente venezuelano, Hugo Chávez, Zelaya deu um ultimato ao governo interino na última segunda-feira (13). Ele afirmou que, caso não seja reempossado após as negociações do final de semana, "tomará outras medidas".

Fonte


Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati