Corpos dos quatro judeus assassinados em Paris chegam a Israel

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

13 de janeiro de 2015

França

Os corpos dos quatro judeus franceses assassinados sexta-feira (9) no ataque a um supermercado kosher (judaico) em Paris chegaram na madrugada de hoje (13) a Israel, onde serão enterrados. Yohav Hattab, Yohan Cohen, Philip Braham e François-Michel Saada estão entre os 20 mortos nos ataques ocorridos na semana passada na França.

As vítimas serão enterradas no maior cemitério de Jerusalém, o Har Hamenouhot (Monte do Repouso), no bairro de Givat Shaoul, onde também foram enterrados três crianças e um professor judeus mortos em uma escola judaica de Toulouse, na França, pelo jihadista Mohamed Merah, em 2012.

Desde quarta-feira (7), foram registrados três incidentes violentos na capital francesa, incluindo um sequestro. No total, foram 20 mortos, incluindo os três autores dos atentados, que começaram com o ataque ao semanário satírico Charlie Hebdo. Depois de dois dias em fuga, os dois suspeitos do ataque, os irmãos Said Kouachi e Cherif Kouachi, de 32 e 34 anos, foram mortos na sexta-feira (9) por forças de elite francesas, em Dammartin-en-Goële, nos arredores de Paris.

Na quinta-feira (8), foi morta uma agente da polícia municipal, no sul de Paris. A polícia estabeleceu uma ligação entre os dois jihadistas suspeitos do atentado ao Charlie Hebdo e o assassino da policial. Na sexta-feira, cinco pessoas foram mortas em um mercado kosher (judaico) do leste de Paris, quando eram mantidas reféns, incluindo o autor do sequestro, Amedy Coulibaly, que foi morto durante a operação policial.

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati