Coronavírus: OMS repensando como o Covid-19 se espalha no ar

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

9 de julho de 2020

Uma carta aberta de mais de 200 cientistas acusou a Organização Mundial da Saúde (OMS) de subestimar a possibilidade de transmissão aérea. Até o momento, a OMS afirmou que o coronavírus é transmitido através de gotículas quando as pessoas tossem ou espirram.

"Queríamos que eles reconhecessem as evidências", disse Jose Jimenez, químico da Universidade do Colorado que assinou o documento, à agência de notícias Reuters.

"Definitivamente, este não é um ataque à OMS. É um debate científico, mas sentimos que precisávamos ir a público, porque eles se recusavam a ouvir as evidências depois de muitas conversas com eles". A transmissão no ar não pode ser descartada em locais lotados, fechados ou com pouca ventilação, disse ele.

Se a evidência for confirmada, isso poderá afetar as diretrizes para espaços internos.

A OMS alertou que as evidências são preliminares e requerem avaliação adicional.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com