Conselho de Ética recomenda cassação de mais um deputado brasileiro

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Attention niels epting.svg
Como parte da política de proteção do Wikinotícias, esta notícia está protegida.

2 de fevereiro de 2006

Brasil

O Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara dos Deputados do Brasil aprovou ontem (1) o relatório que recomenda a cassação do Presidente do Partido Progressista (PP), deputado Pedro Corrêa, envolvido com o mensalão.

O relatório do deputado Carlos Sampaio (PSDB-SP) que recomendou a cassação de Corrêa foi aprovado por 11 votos a 3.

Segundo o empresário Marcos Valério, Pedro Corrêa recebeu R$ 4 milhões de repasses do suposto esquema feito em conluio com o ex-tesoureiro do Partido dos Trabalhadores (PT), Delúbio Soares. Corrêa alega que autorizou o assessor do partido, João Cláudio Genu, a receber apenas R$ 700 mil do PT que seria usado para pagar a defesa do ex-deputado Ronivon Santiago, que sofria processos por compra de votos no Acre.

O processos será agora encaminhados para a Câmara dos Deputados que deverá votar em plenário o relatório do Conselho de Ética e conseqüentemente decidir pela cassação ou não do mandato do deputados. Pedro Corrêa pode ainda recorrer na Comissão de Constituição e Justiça.

Fontes