Congresso paraguaio rejeita impeachment de presidente

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

19 de março de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

O Congresso paraguaio rejeitou o pedido de impeachment do presidente paraguaio Mario Abdo Benítez em um julgamento político no qual a oposição tentou destituí-lo por seu desempenho durante a pandemia.

A Câmara dos Deputados rejeitou o pedido de impeachment com 42 votos do Partido Colorado e 36 da oposição, enquanto manifestantes protestavam contra o presidente fora do Congresso.

Para iniciar o processo, a Câmara precisava de 53 votos, mas o Partido Colorado conquistou um apoio fundamental para o presidente.

No entanto, o pedido acrescentou pressão ao governo de Abdo, que há dias trocou vários ministros, incluindo o da saúde e seu chefe de gabinete "para a pacificação", e está trabalhando contra o relógio para conseguir mais vacinas.

“Nem sempre ter maioria é estar certo (…) eles podem ter vencido o julgamento político, mas perderam o julgamento do cidadão”, disse o deputado da oposição Edgar Acosta durante a sessão plenária.

Os deputados que defenderam o presidente apontaram a necessidade de estabilizar politicamente o país para avançar na compra de vacinas e medicamentos para enfrentar a crise de saúde.

Após a votação, os manifestantes se rebelaram contra a polícia, que respondeu com jatos de água, gás lacrimogêneo e balas de borracha.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit