Comitê do Senado adota resolução reconhecendo a Rússia como Estado patrocinador do terrorismo

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.

24 de junho de 2022

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

O Comitê de Relações Exteriores do Senado dos EUA aprovou uma resolução para incluir a Rússia na lista de países que apoiam o terrorismo.

A resolução 623 foi proposta pelo senador republicano Lindsey Graham em 9 de maio de 2022 e apoiada pelo senador democrata Richard Blumenthal.

Como explicou o senador republicano Chris Koons em entrevista, a decisão final sobre o reconhecimento da Rússia como um Estado patrocinador de atividades terroristas deve ser tomada pelo governo de Joe Biden.

“A resolução do comitê insta o governo [a fazê-lo], mas na verdade a Rússia ainda não foi identificada como um Estado patrocinador do terrorismo"=”, disse o senador Koons.

“Não há dúvida de que a Rússia, liderada por Vladimir Putin, é um Estado patrocinador do terrorismo. O que ele fez, dando a ordem de ir para a Ucrânia, foi um ato terrorista. Ele é um criminoso de guerra e é responsável por todos os crimes cometidos em seu nome”, disse James Rish, senador republicano de Idaho.

Segundo Risch, na votação geral no Senado, a resolução “receberá um número significativo de votos.”

“Acredito que o secretário de Estado estará muito atento à consideração [desta questão]”, acrescentou Risch.

No momento, quatro Estados estão incluídos na lista: Cuba, Coreia do Norte, Irã e Síria.

Fontes