Cinzas de vulcão chileno chegam à Austrália e provocam cancelamentos de voos

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência Brasil

12 de junho de 2011

Austrália

A empresa aérea australiana Qantas cancelou neste domingo (12) todos os voos partindo de Melbourne ou com destino à cidade, devido à nuvem de cinzas do vulcão chileno que atravessou o Oceano Pacífico.

A Qantas já havia cancelado todos os voos para a Tasmânia e para algumas regiões da Nova Zelândia.

Outras companhias aéreas também interromperam os pousos e as decolagens, deixando milhares de passageiros sem alternativas para viajar.

A Virgin Atlantic cancelou 34 voos domésticos e um voo internacional que partiria de Melbourne e a Jetstar cancelou os da Nova Zelândia e Tasmânia para a Austrália.

A companhia Air New Zealand disse que não mudou nenhum horário, mas que está ajustando as suas rotas. A empresa prevê que a nuvem de cinzas vulcânicas provoque transtornos ao longo de toda a semana.

Passageiros na Tasmânia disseram à televisão australiana ABC News que temem ficar vários dias presos na ilha, já que os serviços de barcas para a Austrália estão lotados para os próximos dois dias.

A Qantas disse que considera arriscado voar com a nuvem de cinzas. A empresa estima que 8 mil passageiros foram afetados pelos cancelamentos.

O vulcão está em atividade há uma semana. Ventos fortes fizeram com que partículas chegassem à Austrália e à Nova Zelândia em uma altitude entre 6 mil e 10 mil metros.

Ao longo da última semana, o vulcão chileno já provocou atrasos no Brasil, Chile, Argentina e Uruguai

Fonte

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati