Cinco turistas espanhóis e um italiano são impedidos de entrar no Brasil

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência Brasil

10 de março de 2008

Mais um evento sobre a reciprocidade entre Brasil e Espanha, por conta do impedimento de turistas em desembarcar. Mais uma vez, em Salvador. Cinco turistas espanhóis e um italiano foram impedidos de entrar no Brasil no último sábado (8), no Aeroporto de Salvador. Os estrangeiros desembarcaram na capital baiana no início da noite e foram mandados de volta à Europa algumas horas depois.

A assessoria da Polícia Federal (PF) informou hoje (10) que alguns membros do grupo estavam sem passagem de retorno, enquanto outros não tinham comprovação de hospedagem ou estavam sem condições financeiras mínimas que comprovassem que teriam como se manter no Brasil.

Ainda segundo informações da PF, o país enfrenta problemas relacionados ao turismo sexual – fato que levanta suspeitas em relação a estrangeiros que tentam entrar em território brasileiro sem apresentar exigências como:

  • passaporte, documento equivalente ou carteira de identidade, quando admitida;
  • certificado internacional de imunização, quando necessário;
  • prova de meios de subsistência, como dinheiro em espécie, extrato de conta bancária, carta de crédito ou outros documentos que atestem a posse de recursos financeiros;

Na última quinta-feira (6) – um dia após um grupo de 30 brasileiros ter ficado retido em Madri e sofrido maus tratos, conforme relataram – outros sete espanhóis foram barrados no Aeroporto Internacional de Salvador e repatriados. Segundo a PF, o motivo foi falta de dinheiro e não retaliação.


Fontes