Ciclone subtropical pode se formar na costa do Sudeste

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

1 de novembro de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Uma área de baixa pressão que se formou na costa do Sudeste do Brasil pode adquirir características subtropicais na madrugada do dia 2 de novembro, segundo os portais Climatempo e MetSul Meteorologia.

Ambas as plataformas informaram em suas previsões que este ciclone pode agravar a situação de deslizamentos e inundações, pois chove em muitas áreas da região há vários dias. Além do Sudeste, áreas de Goiás, Distrito Federal, Mato Grosso e Tocantins também podem ter influência desta baixa, por conta da umidade da Amazônia. A ressaca pode passar dos 2m na costa entre São Paulo e Espírito Santo.

A MetSul, no entanto, foi mais além e reportou que pode haver a possibilidade deste sistema se transformar numa depressão subtropical, com chance muito remota de virar uma tempestade subtropical. O portal enfatizou que as rajadas de vento podem passar dos 70 km/h, além de haver risco de chuva volumosa em todo o Rio de Janeiro, no sul de Minas Gerais e no extremo-sul do Espírito Santo.

Caso o Centro de Hidrografia da Marinha do Brasil reconheça este sistema, este será o segundo a se formar em águas brasileiras em 2021. O último ciclone subtropical que atingiu o Brasil foi Raoni, que se formou inicialmente na costa do Uruguai.

Fontes


Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit