Ciclone Tauktae atinge ventos de um furacão de categoria 3; passagem pela Índia pode ser mortal

Fonte: Wikinotícias

16 de maio de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

O Tauktae no tida 15, já com ventos de 121km/h

No final desta tarde, pelo horário da Índia, o ciclone tropical Tauktae (pronuncia-se TAU-te), a primeira tempestade ciclônica do Mar Arábico de 2021 e a segunda da temporada de ciclones no Índico Norte de 2021, atingiu a categoria 3 da escala de furacões de Saffir-Simpson, com ventos máximos sustentados acima de 178km/h.

O fenômeno está atingido a costa Oeste da Índia desde sexta-feira, causando ventos e chuvas fortes e deixando o mar agitado. Há relatos de ao menos quatro mortos e danos em 73 aldeias no estado de Karnataka.

É esperado que o ciclone afete toda costa de Mumbai e toque terra em Gujarat amanhã como um furacão de categoria 2 ou 3, com ventos que podem alcançarr 185km/h, o que o "torna mortal", segundo o Accu Weather.

Histórico

Em 14 de maio, uma depressão formou-se no Mar da Arábia na costa de Kerala e no final do mesmo dia o fenômeno já havia se intensificado a ponto de seus ventos sustentados passarem de 60km/h, fazendo com que ele recebesse um nome: Tauktae. Ele também foi classificado pelo JTWC (Joint Typhoon Warning Center) como uma tempestade ciclônica.

Na manhã deste domingo, o Tauktae se fortaleceu ainda mais e se transformou numa tempestade ciclônica muito severa, equivalente a um furacão de categoria 1. À tarde, ele passou para um ciclone de categoria 2 e, no final do dia, para um de categoria 3.

Entenda

Ciclone tropical é um ciclone que se forma nos trópicos. Ele retira sua energia do ar úmido e quente localizado acima dos mares tropicais e tem seus ventos mais fortes próximos à superfície.

Quando os ventos não superam os 60 km/h, ele é chamado de depressão tropical; quando os ventos giram entre 61 km/h e 116 km/h, tem-se uma tempestade tropical; quando os ventos ultrapassam os 120 km/h, o ciclone tropical passa a ser chamado de furacão ou tufão.

Referências

Fontes