Chuveiros frios, sem luzes: a Europa economiza energia

Fonte: Wikinotícias

4 de agosto de 2022

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

Novas regras para economizar energia entram em vigor na Europa.

A preocupação é justificavel. Se a Rússia cortar o fornecimento de gás que já reduziu drasticamente, as autoridades temem que a Europa corra o risco de se tornar um A economia de energia na Alemanha está a todo vapor, com luzes apagadas, piscinas públicas ficando mais frias e termostatos sendo ajustados.

A Europa popde ficar um lugar mais frio, escuro e menos produtivo neste inverno. É preciso economizar gás agora para que possa ser guardado para ser utilizado mais tarde em residências, fábricas e usinas de energia. Daí os apelos crescentes para que os europeus tomem banhos mais curtos e desliguem as luzes.

Na França as lojas que estão operando com ar-condicionado ou aquecimento serão obrigadas a manter as portas fechadas, disse a ministra francesa da Transição Ecológica, Agnes Pannier-Runacher, à rádio RMC. Manter as portas abertas das lojas com ar condicionado leva a um consumo de energia 20% maior, disse Pannier-Funacher. Ela acrescentou: “É um absurdo”.

A economia de energia na Alemanha está a todo vapor, com luzes apagadas, piscinas públicas ficando mais frias e termostatos sendo ajustados a temperaturas mais baixas. Diversas cidades estão desligando holofotes em monumentos públicos, desligando fontes e impondo chuveiros frios em piscinas municipais e pavilhões esportivos.

Fontes