Chivukuvuku está “Pra-Já” à espera do Tribunal Constitucional

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

2 de dezembro de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Agência VOA

Partido aguarda legalização no prazo máximo de 30 dias

O conhecido político angolano Abel Chivukuvuku disse nesta quarta-feira, 2, que o Tribunal Constitucional (TC) tem ainda mais 30 dias para decidir sobre a aprovação do seu novo partido político, o Pra Já Servir Angola, mas mesmo que isso seja negado continuará a participar na vida política do país.

Em conferência de imprensa, o antigo líder da CASA-CE, Chivukuvuku lembrou que são precisas apenas 500 assinaturas para se ser candidato nas eleições autárquicas e que o seu propósito “é sentir Angola, contribuir para melhoria da condição de vida dos cidadãos”.

“O nosso objetivo é esse”, acrescentando que a responsabilidade pela realização das autarquias “é única e simplesmente do MPLA”.

O político afirmou que o TC tem mais 30 dias para se pronunciar em relação ao último recurso extraordinário para a legalização do PRA-JÁ, aceita pelo plenário do órgão.

“O tribunal tem 60 dias para o recurso e a partir de agora o tribunal tem apenas 30 dias para se pronunciar, pelo fato de já terem passado 30 dias desde a entrega do recurso”, lembrou.

O antigo presidente da CASA-CE entende que os cidadãos têm o direito de se manifestar e condenou a ação policial contra os manifestantes.

“Os nossos órgãos de defesa precisam de ser ajudados para ganharem consciência de como devem se comportar e fazerem o seu trabalho nas manifestações”, concluiu Abel Chivukuvuku.

Fonte

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com