Chineses rezam para Mao

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Ir para: navegação, pesquisa

1 de fevereiro de 2006

Ainda muitos anos depois de sua morte, o governante comunista da República Popular da China Mao Tse-tung continua a ser lembrado e referenciado por alguns de seus compatriotas.

Próximos à estátura de bronze de Mao, em Shaoshan, envolta pela fumaça de incenso, as pessoas com velas, se ajoelham e oram para Mao, numa espécie de culto. Um dos participantes, uma pessoa idosa, diz esperar que o vovô Mao faça com que seu filho consiga ingressar numa nova universidade.

Curiosamente o culto a Mao, que começou nos anos 80 continua. E apesar de o governo comunista declarar-se contrário oficialmente a todas as religiões e superstições.

Ver também

Fontes