China acusa tibetanos de planejarem ataques terroristas

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Ir para: navegação, pesquisa

1 de abril de 2008

O governo da China acusou nesta terça-feira (1) o Dalai Lama e grupos de apoio à causa tibetana de planejarem ataques terroristas suicidas, afirmando ter mais provas que ligam o Dalai Lama à violência no Tibete.

"Pelo que sabemos, o próximo plano das forças pela independência do Tibete é organizar comandos suicidas para lançar ataques violentos. Afirmam que não temem nem o derramamento de sangue nem o suicídio", disse o porta-voz do Ministério da Segurança Pública, Wu He Ping, em entrevista coletiva. "Já há, na atualidade, provas suficientes de que os incidentes no Tibete são parte de um chamado movimento de revolta do povo tibetano organizado pelo grupo do Dalai Lama", acrescentou Wu, em referência ao governo tibetano no exílio.


Fontes