Centenas de mortos em conflitos no Nepal

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

13 de abril de 2005

Pelo menos 116 nepaleses foram mortos em confrontações recentes entre guerrilheiros maoístas e tropas do governo do Nepal, segundo as estimativas de múltiplas fontes, entre elas o jornal indiano The Hindu.

Aproximadamente 113 corpos de rebeldes maoístas foram recuperados depois de uma batalha feroz entre guerrilheiros e a força de segurança do governo há três dias. O confronto realizou-se 550 quilômetros a oeste da capital do Nepal, Catmandu, quando os rebeldes atacaram um posto avançado do Exército Real Nepalês. Três tropas do governo foram mortas.

O rei do Nepal Gyanendra chegou ao poder em 1 de fevereiro pela segunda vez, no que ele descreveu como uma ação necessária para impedir o país de cair nas mãos dos insurgentes. Gyanendra prometeu que instituições democráticas e de paz seriam restauradas dentro de três anos. Apesar disso, ele suspendeu muitas liberdades civis, deteve ativistas, e usou soldados armados para censurar agências de notícias.

Fontes