Carteira de Trabalho digital é lançada em Brasília

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

27 de novembro de 2014

Brasil

Os moradores do Distrito Federal poderão utilizar, a partir de hoje (27), a versão digital da Carteira de Trabalho. A nova forma de tirar o documento, segundo o Ministério do Trabalho e Emprego, dá mais agilidade e segurança aos trabalhadores e deve chegar a todo o Brasil até janeiro do ano que vem.

O ministro do Trabalho e Emprego, Manoel Dias, explicou que, em vez de esperar vários dias para receber o documento, o solicitante o receberá no ato da requisição, graças à informatização do processo. “Fazer a carteira de forma manual é um atraso inexplicável e um desaforo ao trabalhador, que sai da sua casa, perde tempo. Com o novo modelo, o trabalhador chega lá, é atendido e recebe a carteira em 15, 20 minutos, pois ela será digitalizada”, disse o ministro.

De acordo com o ministério, no momento em que o trabalhador solicitar a versão digital da carteira profissional, ele terá suas informações cruzadas com as de outros bancos de dados governamentais, proporcionando a entrega de um documento com todas os dados do cidadão atualizadas. Além disso, a foto é tirada no local de atendimento. Todo o processo leva, no máximo, 20 minutos.

A nova Carteira de Trabalho é válida em todo o território nacional e tem numeração única para todas as vias. As mudanças buscam reduzir o número de fraudes, por favorecer a segurança nos processos operacionais, informa o ministério. Outra vantagem do modelo é informar se o empregador vem recolhendo corretamente o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e as contribuições previdenciárias.

Também estão sendo estudadas uma forma de o trabalhador agendar o atendimento nos postos do ministério e a possibilidade de lançamento de um cartão magnético para substituir a atual Carteira de Trabalho. “O cartão terá todas as informações e simplificará enormemente a vida do trabalhador. Será como um cartão de crédito, no qual estarão todas as informações de que ele precisa, como benefícios, seguro desemprego, o histórico dos vínculos trabalhistas. Todas as informações da vida do trabalhador estarão neste cartão”, adiantou Dias.

Quem já tem Carteira de Trabalho não precisa substituí-la. O modelo eletrônico já estava disponível nos estados do Rio de Janeiro, do Rio Grande do Sul, do Ceará e de Santa Catarina. O ministério promete, a partir de 1º de janeiro, disponibilizar a Carteira de Trabalho digital em todo o Brasil.

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati