Carlos Bolsonaro: fala do vereador sobre democracia tem repercussão negativa no Brasil

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

11 de setembro de 2019

Brasil


"Por vias democráticas a transformação que o Brasil quer não acontecerá na velocidade que almejamos... e se isso acontecer. Só vejo todo dia a roda girando em torno do próprio eixo e os que sempre nos dominaram continuam nos dominando de jeitos diferentes!", disse o vereador (Partido Social Cristão (PSC-RJ)) em rede social. É filho do presidente do Brasil, Jair Bolsonaro.

Após críticas do vice-presidente da República, Hamilton Mourão, e do presidente do Senado, Davi Alcolumbre do Democratas (Brasil) (DEM-AP), Carlos Bolsonaro publicou uma nova mensagem, dizendo que era "uma justificativa aos que cobram mudanças urgentes". Rodrigo Maia (DEM-RJ), o atual presidente da Câmara dos Deputados do Brasil também criticou o comentário do filho do presidente, dizendo que tal declaração "não cabe num país democrático".

Eduardo Bolsonaro do Partido Social Liberal (PSL-RJ) saiu em defesa de seu irmão, dizendo que Carlos Bolsonaro "não falou nada demais (…) as coisas [na democracia] demoram por conta do debate." Eduardo Bolsonaro acrescentou que "a democracia é a pior forma de governo (…) Com exceção de todas as demais" dizendo que a frase era Winston Churchill, ex-primeiro-ministro da Inglaterra. Porém, quando Churchill falou sobre a democracia em 1947, ele disse que "já foi dito que a democracia é a pior forma de governo exceto todas as outras já tentadas."

O youtuber Felipe Neto disse que vai enviar exemplares da Constituição brasileira de 1988 para o gabinete de Carlos Bolsonaro. Em outro comentário disse que "se você está calado nesse momento, você é conivente. Todas as ameaças estão sendo feitas." Em outra postagem, Carlos Bolsonaro falou ironicamente: "Agora virei ditador?" Felipe Santa Cruz, o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) disse que não é possível aceitar uma família de ditadores.

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati