Cardeais de todo o mundo discutirão conflitos no Oriente Médio

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

7 de outubro de 2014

Vaticano

Os cardeais de todo o mundo analisarão, no dia 20 de outubro, os conflitos no Oriente Médio, principalmente no Iraque e na Síria, onde os jihadistas ameaçam minorias – cristãs e outras –, anunciou hoje (7) o Vaticano. Na pauta da assembleia estava prevista a análise dos próximos processos de canonização, mas o papa Francisco quis incluir na agenda a questão do Oriente Médio.

Um padre franciscano e cerca de 20 de cristãos foram capturados de domingo (5) para segunda-feira (6) pelo grupo Frente Al Nosra, o ramo sírio da Al Qaeda, na localidade de Qounya (Noroeste da Síria). O porta-voz da Santa Sé, padre Federico Lombardi, disse que os cardeais levarão em conta os resultados das deliberações dos núncios (embaixadores do Vaticano) do Oriente Médio, que se reuniram recentemente a pedido de Francisco.

Os núncios defenderam a ação da comunidade internacional em relação ao massacre de pessoas devido apenas à religião e etnia. Condenam também "a decapitação e crucificação de seres humanos, o deslocamento de milhares de pessoas e a destruição dos locais de culto”. Além de uma resposta militar, os embaixadores do Vaticano pediram que sejam tratadas as causas da ideologia fundamentalista, incentivando-se o diálogo e a educação.

Fontes[editar]

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati