Cardeais de todo o mundo discutirão conflitos no Oriente Médio

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

7 de outubro de 2014

Vaticano

Os cardeais de todo o mundo analisarão, no dia 20 de outubro, os conflitos no Oriente Médio, principalmente no Iraque e na Síria, onde os jihadistas ameaçam minorias – cristãs e outras –, anunciou hoje (7) o Vaticano. Na pauta da assembleia estava prevista a análise dos próximos processos de canonização, mas o papa Francisco quis incluir na agenda a questão do Oriente Médio.

Um padre franciscano e cerca de 20 de cristãos foram capturados de domingo (5) para segunda-feira (6) pelo grupo Frente Al Nosra, o ramo sírio da Al Qaeda, na localidade de Qounya (Noroeste da Síria). O porta-voz da Santa Sé, padre Federico Lombardi, disse que os cardeais levarão em conta os resultados das deliberações dos núncios (embaixadores do Vaticano) do Oriente Médio, que se reuniram recentemente a pedido de Francisco.

Os núncios defenderam a ação da comunidade internacional em relação ao massacre de pessoas devido apenas à religião e etnia. Condenam também "a decapitação e crucificação de seres humanos, o deslocamento de milhares de pessoas e a destruição dos locais de culto”. Além de uma resposta militar, os embaixadores do Vaticano pediram que sejam tratadas as causas da ideologia fundamentalista, incentivando-se o diálogo e a educação.

Fontes[editar]

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati