Cacciola deixa Mônaco e segue para o Brasil escoltado por policiais

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência Brasil

16 de julho de 2008

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

O ex-banqueiro Salvatore Cacciola já deixou a prisão em Mônaco e chega ao Brasil amanhã (17). O Departamento de Polícia Federal confirmou hoje (16) que ele está sendo escoltado por policiais federais e que, em seguida, estará à disposição da Justiça Federal do Rio de janeiro – local previsto para a chegada do ex-banqueiro.

Em 2005, Cacciola foi condenado no Brasil a 13 anos de prisão pelo crime de desvio de dinheiro público e de gestão fraudulenta. Ele foi preso no principado de Mônaco em setembro de 2007 por agentes da Interpol, depois que a 6ª Vara Federal Criminal do Rio de janeiro expediu o mandado. Posteriormente, o governo brasileiro solicitou a extradição – deferida na semana passada pelo príncipe Albert II.

Segundo a nota da Polícia Federal, as informações sobre o deslocamento de Cacciola serão mantidas sob sigilo, atendendo às diretrizes institucionais de segurança e preservação da imagem de presos.


Ver também

Fontes